Departamento de
Estradas de Rodagem
Governo do Estado do Pernambuco

Notícias

GOVERNO DE PERNAMBUCO VAI REQUALIFICAR O ACESSO A PARANATAMA, NO AGRESTE

Mais Notícias
 
Em mais uma ação voltada para a reestruturação da malha viária, o Governo do Estado anuncia a requalificação do acesso ao município de Paranatama, no Agreste. A iniciativa integra o Programa Caminhos de Pernambuco e está a cargo da Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). O projeto de engenharia foi concluído recentemente, e o edital para a contratação das obras foi publicado na terça-feira (15) no Diário Oficial do Estado. O valor máximo aceitável é de R$ 1.867.289,47.
card DO contratação empresa Paranatama 
“O trabalho prevê a recuperação do trecho de 2,1 quilômetros no acesso à cidade. Além de toda a readequação do pavimento, os serviços vão contemplar drenagem e melhoria de toda a sinalização vertical e horizontal, garantindo a trafegabilidade e segurança para a população”, detalha a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista.
A atuação para implantação e requalificação de acessos é um dos focos do Caminhos de Pernambuco, que investiu, apenas neste tipo de ação, quase R$ 36 milhões na recuperação de cerca de 42 quilômetros. Este ano foi entregue os acessos a Machados, Cumaru e João Alfredo. Já em 2020, foram concluídas as vias de acesso a Conceição das Crioulas, em Salgueiro, e a São Benedito do Sul. Está prevista, ainda, a elaboração de projetos de engenharia para a requalificação de outros acessos, a exemplo de Iati, Saloá, Lagoa do Ouro, entre outros em todas as regiões do Estado.
A abertura das propostas acontecerá no dia 02 de julho, às 10h, na Sede da Seinfra, que fica na Avenida Cruz Cabugá, nº 1111, no bairro de Santo Amaro, Recife. O edital poderá ser acessado na íntegra, a partir do dia 14/06, no site: www.licitacoes.pe.gov.br.
O PROGRAMA - É considerado o maior programa de reestruturação da malha viária lançado em Pernambuco. A iniciativa investe atualmente cerca de R$ 324 milhões de ações de infraestrutura viária, sendo R$ 79 milhões em intervenções já concluídas e R$ 246 milhões para obras em andamento.